Acessibilidade para deficientes em projetos



Pessoas portadoras de necessidades especiais – visual, auditiva e física – devem ter acessibilidade em todos os lugares, sem exceção: no transporte, no meio físico, na comunicação, na informação. A melhoria de qualidade de vida é um direito de todos os cidadãos. Ainda há muito que se fazer com relação aos direitos desrespeitados dos deficientes, uma vez que não há cumprimento das leis, tampouco as devidas fiscalizações. Avançando lentamente, são necessárias adaptações no transporte, com a instalação de elevadores para que cadeirantes possam entrar nos ônibus, bem como locais para pessoas com bengalas e muletas. No Brasil, a respeito da acessibilidade para deficientes universal, foi criada a Norma Técnica NBR 9050-2004 que estabelece as diretrizes para acessibilidade em projetos arquitetônicos e Urbanos.

O piso tátil é uma iniciativa importante para promover a acessibilidade a pessoas com deficiência visual

O piso tátil é uma iniciativa importante para promover a acessibilidade a pessoas com deficiência visual

Elementos de projeto para promover a acessibilidade para deficientes

Piso tátil

O piso tátil é uma opção importante para promover a acessibilidade de pessoas com deficiência visual em projetos arquitetônicos. Sua colocação está começando a ser exigida em projetos de urbanização nos passeios públicos, para que pessoas cegas ou com visibilidade reduzida sejam capazes de se guiar pela rua através do tato. Sua adoção também está começando a se dar em prédios públicos, como agências da previdência social e bancos estatais, embora sua colocação em prédios de instituições seja facultativa.

Calçada com faixa livre de circulação prevista, onde o piso é regular, firme, estável e antiderrapante.

Calçada com faixa livre de circulação prevista, onde o piso é regular, firme, estável e antiderrapante.

Barras de acesso

É necessária a instalação de barras para o acesso em rampas ou escadarias no passeio público para facilitar o acesso de pessoas idosas ou com mobilidade reduzida. A instalação ainda não é obrigatória na maior parte do país – pois varia de acordo com a legislação municipal – mas é um belo diferencial promover a acessibilidade nos ambientes para as pessoas.

barras de acesso em rampa para cadeirante acompanhadas de marcação no piso tátil

barras de acesso em rampa para cadeirante acompanhadas de marcação no piso tátil

Elementos urbanos para promover a acessibilidade para deficientes

Semáforos com aviso sonoro

Ainda possui pouca adesão, mas a instalação de semáforos com aviso sonoro facilita  muito a vida de deficientes visuais para que sejam capazes de atravessarem a rua em um semáforo. Como não são capazes de perceber o sinal luminoso, é necessário um sinal sonoro nos semáforos para pedestres para garantir o acesso dessas pessoas.

Calçadas regulares

Em um contexto geral, as adaptações em calçadas são responsabilidades dos governos Federal, Estadual e Municipal: não deixar calçadas, calçadões e passeios com pavimentação esburacada e/ou desnivelada, falta de rampas ou excesso de rampas com inclinação superior, bem como a falta de sinalização também em passarelas, escadas com degraus desregulares e/ou irregulares, falta de guarda-corpo e corrimão, piso escorregadio (através do uso de pisos aderentes), jardins e praças sem proteção em torno dos troncos de árvores, telefones públicos e caixas de correio altas, equipamentos mal colocados tais como: bancas de jornal, caixas de correio, telefones públicos, cestos para lixo e lixeiras, estacionamentos sem vagas para PPDs (Profissionais Portadores de Deficiência), falta de acesso a hospitais, escolas, bancos, supermercados, cinemas, clubes, igrejas etc., meios-fios com altura irregular (superior a padrão), falta de banheiros públicos, vasos sanitários e lavatórios adaptados, vaga sinalizada etc.

Ônibus para cadeirantes

Cada vez mais em voga, em grandes cidades, já está sendo exigida durante a renovação da frota de transporte público rodoviário que os novos ônibus possuam elevador para cadeirantes. Isso evita maiores transtornos para a pessoa com problemas de mobilidade para embarcar no transporte, além disso, que esses veículos tenham espaço para o cadeirante se colocar com sua cadeira.

ônibus com plataforma elevatória para garantir o acessibilidade para deficientes

ônibus com plataforma elevatória para garantir o acessibilidade para deficientes

Ainda vivemos em uma cidade e sociedade que não estão preparadas para receber pessoas com qualquer tipo de deficiência e/ou limitação. Mas com o apoio e vigilância da população e a fiscalização por parte dos órgãos públicos podemos reverter esses percalços, tomando consciência da importância de eliminação de todas essas barreiras e, principalmente, cumprir com os deveres de cidadão.

NOTÍCIAS DO MOMENTO

Comentários