Águas Pluviais – Sistema de Drenagem Residencial

Uma coisa que muito pouca gente leva em consideração na hora de escolher um terreno é no sistema de drenagem pluvial do terreno, seja natural ou mesmo artificial. Quais as possibilidades de drenar uma área de terreno, e quais as implicações que as obras de drenagem de terrenos têm em relação ao vizinhos e afins, afinal muita gente acaba por não concordar com intervenções de drenagem que invadam seu terreno. Afinal: você conhece as possibilidades de drenagem que existem para áreas residenciais? Pois então confira a seguir.

Para que serve a drenagem de terrenos

Tal como o nome indica os sistemas de drenagem pluvial servem, justamente, para drenar toda a água que muitas vezes escoam de terraços, telhados e até mesmo os excessos de água no subsolo evitando assim, possíveis alagamentos, reduzindo a erosão do solo e protegendo as edificações da famosa e indesejada umidade, ou seja, tudo para garantir o melhor conforto às pessoas.

Drenagem a nível residencial

Normalmente, em obras de terrenos, sejam residenciais ou comerciais, as obras de drenagem tem o intuito de canalizar a água da chuva, mas também podem servir para drenar a umidade de áreas em que se formam muitos banhados, poças, ou charcos no terreno. Assim, normalmente, a drenagem residencial implica a instalação de drenos subterrâneos. Esses drenos são normalmente tubos de PVC perfurados, comprados já para esse fim, em que a água infiltra e é encaminhada para a rede de esgoto pluvial da sua rua. Para fazer curvas na tubulação, emendas e Ts, normalmente se fazem caixas, sejam feitas de alvenaria in loco, ou podem ser compradas prontas em PVC em alguns casos. A tubulação precisa ter caimento constante para que a água seja encaminhada para a tubulação de esgoto pluvial de sua rua.

Esquema de drenagem pluvial a nível residencial

Esquema de drenagem pluvial a nível residencial

Em casos de terrenos com inclinação, a legislação obriga o proprietário do terreno inferior a permitir a passagem de tubos de drenos para descida da água para a rua de baixo, mas pode obrigar o proprietário do terreno superior a arcar com os custos da obra, já que essa é de seu interesse. Varia de caso a caso. Outra alternativa, quando os custos de drenagem lomba abaixo forem muito altos, ou a obra seja simplesmente impossível por se tratar de uma área consolidada, é a instalação de um sistema de bombeamento que eleve a água pluvial para a frente do lote, lomba acima. O acionamento dos motores nesses casos deve ser automático, e recomenda-se que haja um motor reserva, em caso de falha.

Drenagem a nível urbano

Como já sabemos para que serve esse sistema vamos entender então de que o mesmo é composto. Veja então a seguir os componentes de um sistema de drenagem pluvial:

  • Guia ou meio fio – a guia é, basicamente, uma faixa longitudinal que separa o passeio/a calçada, da rua em si;
  • Sarjeta – a sarjeta é aquele canal que fica entre o meio fio e a pista. Ela tem como principal função coletar e conduzir toda a água de escoamento superficial até o ponto de coleta mais próximo;
  • Boca de lobo ou bueiro – os bueiros servem justamente para captar toda a água superficial que foi transportada através das sarjetas. Essas estruturas se encontram, normalmente, sob o passeio ou até mesmo sob a sarjeta;
  • Galerias – as galerias são condutos que têm como principal função conduzir a água desde as bocas coletoras (os bueiros) até os pontos de lançamento. O diâmetro médio dessas estruturas é em torno de 400 milímetros;
  • Poços de visita – os poços de visita são pequenas câmaras situadas em pontos estratégicos e previamente definidos, com a principal função de fazer a inspeção da limpeza dos condutos subterrâneos.
  • Trecho de galeria – esse componente é parte da galeria e fica situado entre dois poços de visita consecutivos;
  • Bacias de amortecimento – as bacias de amortecimento servem justamente para “amortecer” a quantidade de água que é liberada de modo a não causar alagamentos. Ou seja, são grandes reservatórios construídos justamente para armazenar temporariamente as águas da chuva, em seguida liberam gradualmente essa água acumulada, sem causar danos para a população.

Pois é, os sistemas de drenagem pluvial são essenciais e devem ser mantidos sempre com a manutenção em dia para que não haja acidentes durante a época de chuva.

NOTÍCIAS DO MOMENTO

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

One Response - Add Comment

Comentários