Captação de água da chuva: como fazer



Apesar de o planeta ser constituído de água em 70% de sua superfície, sabemos que a água própria para consumo é muito pouca. Portanto, é de extrema importância economizar e cuidar bem desse líquido tão valioso. Ultimamente tem-se falado muito na falta de água numa das principais regiões do Brasil, que inclui a maior cidade do país, São Paulo. Além de um período longo de seca que tem durado meses, está claro que o desmatamento e o uso desregrado da água levaram à falta dela. As pessoas têm procurado, cada vez mais, maneiras de economizar água e reutilizar a água já utilizada para banhos, para lavagem de roupas, etc. E uma maneira muito inteligente de fazer isso é através da captação de água da chuva.

Sistema de captação de água da chuva com cisterna no subsolo

Sistema de captação de água da chuva com cisterna no subsolo

A procura por captação de água da chuva também ganhou novo fôlego, já que a conscientização das pessoas está voltada para isso. Porém, muitos não sabem como fazer essa captação de maneira correta.

Como captar água da chuva

Qualquer superfície pode servir para condensar o escoamento da água da chuva para uma vertente (o telhado, por exemplo, ou uma laje construída apenas para esse fim, que se mantenha limpa e sem trânsito de pessoas). A água que cai da chuva será colhida a partir desse ponto. É importante que seja água de chuva contínua e forte, e eliminem-se as primeiras torrentes de água que costumam vir mais sujas. A captação só começa para valer quando já chove há algum tempo.

Vale a pena lembrar também que nos grandes centros a água da chuva é extremamente poluída e não potável de forma alguma. Observe se há fuligem, coloração estranha ou qualquer tipo de anormalidade na água captada. Portanto essa água captada deve ser utilizada para tarefas mais amenas como lavar o quintal, tapetes, regar grama, etc.

Como armazenar a água da chuva

As cisternas ou mini cisternas tem sido construídas em casas, escolas e outros locais em que há grande consumo de água. A água que cai sobre a laje preparada é levada diretamente para um reservatório (que pode ser comprado ou feito com plástico, ou até mesmo uma caixa d’água). Por isso ela precisa ser instalada em local mais baixo para receber a água.

Duas coisas precisam ser lembradas antes de se fazer o sistema de captação de água: o local deve estar afastado de árvores, arbustos ou locais onde animais transitam com freqüência. E para prevenir contaminação da água armazenada, é importante manter distancia de mais de 10 metros de latrinas, fossas e depósitos de lixo.

Essa caixa que serve como reservatório deve ser limpa com certa freqüência, para evitar que a água armazenada torne-se suja. Algumas pessoas também optam por instalar um filtro de areia, para limpar a água captada ou até mesmo ou clorador por difusão, que permite que a água receba cloro.

Projetando sistemas de captação

No caso de você que está pensando em construir sua residência, é possível implantar sistemas mais complexos de captação, que são mais eficientes, sem grandes transtornos, que ocorreriam no caso de implantar em uma residência consolidada. Nesses casos a água da chuva pode ser armazenada em uma cisterna subterrânea, e elevada até um reservatório superior através de uma bomba ou motor elevatório.

Captação de água da chuva

Captação de água da chuva      fonte: teraambiental.com.br

A partir da sua caixa d’água da chuva saem ramificações para o sistema hidrossanitário que abastecem pontos como vaso sanitário, máquina de lavar e outros que não necessitem de potável necessariamente. É muito importante que se pense também em um registro que libere água do sistema convencional de abastecimento para o reservatório de água da chuva, para em caso de estiagem, o usuário não fique sem poder usar os equipamentos abastecidos pela água da chuva.

NOTÍCIAS DO MOMENTO

Comentários