Mandala: Significado, O Que é? Como Fazer? Mandala Lunar

Hoje vamos falar sobre a mandala, desenho que provoca verdadeiro fascínio em muitas pessoas, descubra ao longo desse artigo o que é, como fazer e seu significado.

Muito mais que meros objetos de decoração, as mandalas podem trazer muitos benefícios para a sua mente e seu estado emocional. A princípio, você precisa saber que desenvolver desenhos em formato de círculos não é algo novo, trata-se de uma técnica bem antiga.

Desse modo, temos os primeiros registros da mandala ainda no século VIII, mais especificamente na região do Tibet, no entanto, elas estão espalhadas pelo mundo, principalmente em países do oriente, como Japão, índia e China. Conheça todo o misticismo que existe em torno da mandala e aprenda como fazer.

O Que é Mandala?

 

Mandala é um desenho com formas geométricas concêntricas, o que significa dizer que se desenvolve a partir do mesmo centro. Os desenhos recebem o nome de yantras que é uma palavra derivada de línguas usadas na península indostância e representa o caminho, o meio para se chegar a algum lugar.

Em algumas culturas as mandalas funcionam com uma forma de meditação que é adquirida através da construção dos desenhos, sendo assim, as formas podem ser desenvolvidas usando diversos tipos de materiais, contanto que sejam altamente coloridos. Logo, o meio mais comum de criar uma mandala é utilizando tintas em tela ou papel. No entanto, determinados templos budistas, por tradição, confeccionam suas mandalas com madeira ou então ferro.

Qual o Significado?

Mandala é uma palavra originária do idioma sânscrito, hoje considerada língua extinta e significa “círculo”.

Como falei anteriormente, trata-se de uma arte com o objetivo de nos proporcionar maior concentração diante das mais diversas situações, mas representa também a passagem da vida ou ainda palácios de divindades. Por exemplo, para o hinduísmo elas representam especificamente a vida de acordo com os desígnios do universo.

Já aqui no Brasil a mandala representa majoritariamente a harmonia e a entrega em tudo que precisamos fazer. Por outro lado, os budistas têm esse objeto como um importante instrumento de meditação e em algumas religiões costumam representar a brevidade da vida e são preparadas com areia, Ali são a morada dos deuses.

Como Fazer Mandala

Desenhar em casa é muito fácil, basta ter uma tela, papel, tecido ou outro material onde se possa desenhar. A princípio, você também vai precisar de tinta ou de canetas coloridas, não existe uma regra quando a isso.

No entanto, tudo deve ser criado em formato de círculo, então é a primeira coisa que devemos desenhar. Um círculo. Para isso use algo que já o formato ou então um compasso. Em seguida, encontre o meio exato desse desenho circular e marque uma linha reta. Posteriormente, trace outra linha na transversal.

O segredo é continuar fazendo linhas até achar necessário, pois essa é a base para qualquer tipo de mandala. A partir daí, use sua imaginação e desenho flores, arcos, formas geométricas ou ainda, escreva palavras.

Veja um vídeo a seguir e aprenda como fazer mandalas lindas.

Mandala Para Colorir

Se não quiser ter o trabalho de criar todo o desenho, você também pode usar modelos já prontos. Então, basta pesquisar na internet, imprimir e pintar como quiser.

Separei aqui alguns modelos super criativos e originais que podem ser usados. Veja:

 

Mandala Para Colorir

Mandala Para Colorir Mandala Para Colorir

Mandala Para Colorir

Mandala Para Colorir

Mandala Lunar

Sem dúvida, os brasileiros gostam dos simbolismos e misticismos. Não é a toa que os filtros dos sonhos igualmente fazem sucesso aqui. No caso da mandala lunar, a mesma é utilizada como o caminho de autoconhecimento feminino.

Seu objetivo é facilitar a conexão das mulheres com seu corpo, seu ciclo menstrual e com a terra. Trata-se de uma espécie de livro ou diário onde faz-se o registro de sensações emocionais, físicas e energéticas. Entenda melhor.

NOTÍCIAS DO MOMENTO

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Comentários