Parede Diafragma – O Que é? Vantagens e Desvantagens e Custo

A parede diafragma é muito indicada em obras quando há a necessidade que a escavação ultrapasse o nível do lençol freático. Acesse mais informações.

O Que é Parede Diafragma?

parede diafragma

A parede diafragma é a construção que é feita no subsolo. Trata-se de um muro na vertical e com espessura e profundidade variáveis.

O mesmo é constituído de painéis e seus elementos podem ser sucessivos ou alternados.

Tais painéis também são aptos a absorver empuxos horizontais, cargas axiais e momentos fletores.

Desse modo, a parede diafragma pode ter uma função de interceptação hidráulica ou meramente estática, e pode ser feita com concreto aramado ou simples.

Também pode ser de coulis ou pré-moldada e a escola vai depender do escopo a que ela se destina.

Esse tipo de parede começou a ser utilizada inicialmente em projetos de cut-off de barragens. Por conseguinte, o objetivo era interceptar fluxos de infiltração.

Com o tempo a parede diafragma passou a ser aplicada como uma solução para vários tipos de problemas.

Parede Diafragma Vantagens e Desvantagens

Parede Diafragma Vantagens e Desvantagens

Confira as vantagens dessa técnica

Versatilidade: Dentre as vantagens da parede diafragma está o fato de ela não apresentar nenhum tipo de restrição, ou seja, pode ser usada em qualquer tipo de obra, como fundação, por exemplo.

Agilidade na Execução: De acordo com especialistas, estas paredes são construídas com muita rapidez.

Por isso, acabam deixando a obra mais prática e também promovem economia na mão de obra.

Alta capacidade de absorver: Quando comparada a outras técnicas compatíveis, as paredes diafragmas são consideradas mais eficientes quando se trata de absorção de empuxo de solo e também hidrostático.

Além disso, seu acabamento final quase sempre fica bem próximo do ideal.

Confira as Desvantagens da técnica

Por outro lado, a parede diafragma também apresenta algumas desvantagens.

Alto custo: Segundo profissionais da área, o custo da parede é relativamente elevado, se comparado a outras soluções.

Logo, um dos motivos para isso é o fato de o concreto a ser usado precisar ser o melhor, portanto, mais caro.

Necessidade de máquina de grande porte: O equipamento a ser usado é muito grande e, por isso, não cabe em qualquer canteiro de obra.

Produção de resíduos: Por fim, outra desvantagem da parede diafragma é o fato de produzir muito resíduo.

Levando em consideração que é preciso usar fluído estabilizante na obra.

Parede Diafragma Execução

Parede Diafragma Execução

O projeto de execução da parede diafragma precisa considerar os esforços atuantes:

  • Empuxo hidrostático
  • Empuxo de solo
  • Sobrecargas a serem contidas no terreno

Então, para isso é fundamental que seja realizado um ensaio de solo antes de iniciar a obra.

Também é importante buscar dados sobre as edificações presentes na vizinhança.

Em seguida, é iniciada a construção de paredes guia e depois a escavação dos painéis com ajuda de um clamshell.

Junto com o clamshell ainda é necessário usar um fluído estabilizante.

Os próximos passos são respectivamente: instalação da chapa espelho e da armadura, concretagem do painel, enrijecimento de concreto, execução das escavações, intercalando com linhas dos tirantes e o tratamento das juntas entre os painéis.

Tipos de Parede Diafragma

As paredes do tipo pré-moldadas são fabricadas com concreto armado e podem ser produzidas no próprio canteiro ou em usinas.

Já a parede diafragma plástica é uma parede vertical e escavada com uso de coulis, uma mistura de bentonita, cimento e água.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Comentários