Pisos para Cozinha

Considerado um ambiente úmido, a cozinha tem de ter piso de alta durabilidade e fácil de limpar. Para escolher o piso mais adequado para a sua cozinha, é necessário ficar atento a alguns pontos, como: pisos com textura/desenhos “escondem” sujeira, manchas e riscos; rejuntes à prova d’água evita manchas no piso (rejuntes de cor clara encardem mais facilmente); produtos químicos podem danificar o piso; usar tapetes próximos a pia e ao fogão ajuda proteger o piso e manter o local limpo, bem como usar protetores de plástico ou borracha nos pés do móveis ajuda contra riscos no piso; prefira pisos lisos porque eles são mais fáceis de fazer a limpeza; contratar mão de obra especializada/qualificada para instalar do piso; entre outros. A questão da temperatura também deve-se levar em conta; os pisos frios – azulejo, procelanato e cimento queimado – são os mais indicados. Se a intenção é “aquecer” o ambiente, opte por taco, madeira, laminado e vinílico.

Tipos de Pisos para Cozinha

Os pisos que mais se adaptam a cozinha são:

Piso Epóxi

consiste em uma peça única, ou seja, não tem juntas, à base de resina plástica impermeável (não sofre infiltrações), sendo aplicado nos mais diversos desenhos e cores. Pode ser aplicada em qualquer tipo de superfície, desde que esteja limpa e preparada. É um piso comum em laboratórios, hospitais, entre outros, mas que também pode ser usado na sua cozinha.

Pode-se criar na cozinha uma pintura com piso epóxi colorida, mesclando diversas cores.

Pode-se criar na cozinha uma pintura com piso epóxi colorida, mesclando diversas cores.

Ou pode-se usar uma cor neutra, como nesse piso branco em epóxi para cozinha

Ou pode-se usar uma cor neutra, como nesse piso branco em epóxi para cozinha

É fácil de limpar, é higiênico, não sofre infiltrações, não “pega” gordura, não trinca e é resistente ao alto tráfego de pessoas. Se bem conservado, pode durar para sempre, caso contrário, pode riscar e manchar. Alguns cuidados devem ser praticados, como evitar o uso de produtos químicos, bem como proteger pés dos móveis para que não haja possibilidade de riscá-lo. Para limpá-lo, deve-se usar água, pano úmido e detergente neutro. Com qualidade altíssima, seu custo é bem elevado comparado aos outros tipos.

Ladrilho hidráulico

possui design único e exclusivo, com ar moderno. Como é produzido artesanalmente e personalizado nos mais variados tamanhos, cores, texturas, desenhos (do jeito que o cliente desejar), o processo é mais demorado e seu custo é mais elevado que os demais. É considerado um ecologicamente correto devido ao modo de fabricação, mas possui uma limpeza mais difícil.

Cozinha com piso de ladrilho hidráulico e móveis em inox

Cozinha com piso de ladrilho hidráulico e móveis em inox

Essa pia usa o piso de ladrilhos hidráulicos associados a parede de alvenaria aparente

Essa pia usa o piso de ladrilhos hidráulicos associados a parede de alvenaria aparente

Possui uma boa impermeabilização com resina depois de assentado, aumenta sua resistência. Para higienizá-lo, basta água e detergente neutro (não usar produtos químicos na limpeza), mas não lavá-lo com muita frequência nem deixar água parada sobre ele, pois pode haver desgaste e manchá-lo.

Cimento queimado

Feito basicamente de água, areia e cimento, é um dos mais baratos do mercado. Depois, é impermeabilizado e selado, a fim de dar mais resistência contra trincas e/ou manchas de infiltração. Aplicando cimento em pó sobre o cimento ainda crú, podendo-se inclusive adicionar corantes. Fica com aspecto liso e brilhante (mas não por muito tempo).

O piso de cimento queimado combina super bem com mobiliário moderno para cozinha

O piso de cimento queimado combina super bem com mobiliário moderno para cozinha

Além disso, pode ser usado para fazer outros objetos, como a bancada da cozinha

Além disso, pode ser usado para fazer outros objetos, como a bancada da cozinha

Recomendam-se as cores claras para as cozinhas pequenas, pois isso valoriza o espaço, dando a pseudossensação de que é maior. Sugere estilo rústico na cozinha, que “esconde” um pouco da sujeira. É prático para limpar e durável. Porém, além de ficar escorregadio quando molhado (por isso, deve-se secá-lo bem após a lavagem), também é um piso que fica frio durante o inverno e há o aparecimento de trincas e rachaduras com o passar do tempo.

Porcelanato

O porcelanato é o piso mais popular atualmente para o revestimento de cozinha e ambientes residenciais. Ele é um piso cerâmico com alto desempenho, com resistência superior, e disponível nos mais diversos padrões, desde o clássico piso branco, até cerâmicas que imitam madeiras ou pedras.

Porcelanato branco para cozinha

Porcelanato branco para cozinha – simples e clássico

porcelanato para cozinha

O porcelanato também pode assumir tons de madeira como esse piso bege para cozinha

Sua aplicação é simples, mas deve-se evitar que objetos/coisas pesadas e duras caiam sobre ele, pois pode trincar ou lascar. São duráveis e sua limpeza é feita com água, detergente neutro e pano úmido, bastando uma vez por semana. Produtos químicos e abrasivos (substâncias naturais ou sintéticas empregadas para desgastar, polir, ou limpar outros materiais) podem danificar o piso.

Piso de Cerâmica

É quase duas vezes mais barato que o porcelanato, mas é menos resistente. A diferença entre os dois é a matéria-prima: o primeiro é de barro e o segundo é composto por diversos minerais nobres, respectivamente. Ele também possui diversas cores, texturas e tamanhos. Há algumas que até “imitam” outros materiais, assim como o porcelanato. Esse piso pode ser encontrado em duas formas – retangular e quadrada – também com textura rústica (antiderrapante), fosca e esmaltada (brilhante).

É um tipo fácil de limpar (água, pano úmido e detergente neutro), resistente à infiltração de água, mas não se deve deixá-lo úmido, pois podem aparecer manchas com o tempo. há de se evitar também arrastar moveis ou derrubar coisas pesadas e/ou duras sobre ele, pois pode danificá-lo.

Granito

É extraído de uma rocha natural e é uma ótima opção, pois é bastante resistente. Traz um ar mais moderno ao ambiente e dá praticidade para o espaço. Por ser mais resistente do que o mármore em relação a infiltrações e líquidos que causam manchas, são mais recomendados. É possível encontrá-lo em amarelo, vermelho, preto, café, cinza, branco etc., nos mais variados tons e padrões. Além disso,  pode ser encomendado também em tamanhos pequenos ou de acordo com o projeto.

Piso em granito negro em cozinha moderna

Piso em granito negro em cozinha moderna

já essa outra cozinha usa um tom de cinza de granito

já essa outra cozinha usa um tom de cinza de granito

O piso de granito deve ser impermeabilizado por mão de obra especializada antes de ser instalado, a fim de se evitar que a umidade prejudique a peça. Como é uma peça nobre, o granito aumenta o valor do imóvel. É fácil e simples higienizar o granito, mas nunca use produtos químicos, pois pode manchá-lo; uma vez por semana, use apenas, água, pano úmido e detergente para lavá-lo. Na limpeza diária, use apenas uma vassoura de pelo macio. Conforme o passar dos anos, o granito perde o seu brilho, mas pode ser restaurado por empresas especializadas nesse tipo de trabalho e ele volta a parecer novo.

pisos vinílicos

têm resistência menor por se tratarem de um “adesivo” de fácil aplicação e limpeza. São encontrados em diferentes tipos de padronagens e alguns contam com um emborrachamento em sua fórmula, diminuindo o ruído de pisadas/passos e objetos caindo. Este piso é mais “frágil” que os outros, por isso arrastar móveis e limpá-lo com substâncias naturais ou sintéticas empregadas para desgastar, polir ou limpar outros materiais pode diminuir ainda mais a durabilidade, que chega a 10 anos. Dependendo da região do país, se for muito úmida, é preferível não utilizar esse piso, pois há chance de descolamento em questão de 2 anos.

piso vinilico com textura de cimento queimado para revestimento do piso da cozinha

piso vinilico com textura de cimento queimado para revestimento do piso da cozinha

O ideal para uma cozinha são pisos mais aderentes e resistentes, uma vez que tem alto tráfego, umidade e acúmulo de resíduos. Uma opção para eliminar as gorduras é a instalação de uma coifa. Mas é necessário combinar o estilo escolhido com o restante da decoração da cozinha, bem como se ela for pequena, o ideal é escolher cores claras para a decoração, pois dão a sensação de ampliar o ambiente, assim como o uso de peças pequenas, uma vez que as grandes diminuem ainda mais o espaço da cozinha.

NOTÍCIAS DO MOMENTO

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

2 Comments - Add Comment

Comentários