Até os adeptos da filosofia “menos é mais” concordam que uma parede completamente vazia, sem nenhum adorno, por menor que seja, não tem graça nenhuma. Quadros são os objetos que vem preenchendo essas lacunas verticais há vários séculos. Tanto expondo retratos da família quanto cenas bíblicas, paisagísticas e até mesmo sensuais, as figuras penduradas nas paredes são item importante na finalização de uma composição. O ideal é não cometer exageros. Muitos quadros decorativos expostos na mesma parede sem intenção e sem combinação entre si deixará o ambiente pesado e passará a impressão de desorganização.

quadro moderno na sala sobre a lareira
quadros decorativos modernos na sala

Quadros decorativos na composição de ambientes

Para ambientes espaçosos, como salas de estar, de TV e halls de entrada, vale a pena investir em uma tela grande. É importante que a peça artística tenha a ver com a proposta do lugar. De nada adiantará uma cena ou figura que não se “encaixe” na casa e no gosto do proprietário. Por isso,pense muito bem nas dimensões quando for adquirir um quadro para um imóvel de dimensões pequenas.

Os duos e trios são conjuntos de quadro que “casam” suas cores e estampas entre si. Podem ser solicitados sob encomenda ou comprados em lojas de artigos de decoração. Geralmente as gravuras podem ser repetidas ou se completarem quando expostas lado a lado.

quadros decorativos segmentados para salas
quadros decorativos segmentados para salas

Na sala, o quadro pode ser fixado na parede logo acima de um dos sofás (respeitando a proporção do mesmo e sua largura), deixando um espaço entre o móvel e o objeto. Formatos retangulares são uma boa pedida. Se a parede oferecer um espaço generoso, também fica bonito colocar duas telas de tamanhos iguais, quadradas. Dependendo do ambiente, podem ser colocados em frente à uma poltrona para criar um ambiente de contemplação.

Em corredores e halls, os quadros podem ficar em cima de aparadores. É possível “brincar” com a composição nesse caso, deixando alguns pendurados e outros sobre o móvel (porta-retratos são ótimos para isso).

Fotos voltaram a ganhar espaço nas paredes decoradas. A grande diferença do costume atual para o de décadas passadas é disposição dos quadros e a postura despojada dos fotografados. Quanto mais criativas e naturais forem as fotos, melhor. É possível comprar kits que ofereçam vários pequenos quadros com molduras adaptáveis, para fotos com medidas diferentes: dá pra formar uma composição única, com vários quadrinhos.

As fotos também ficarão legais em cima da cama do casal, no quarto. Há ainda a opção de pendurar pequenos laços (feitos com fitas de cetim) em cada moldura. Para quem não gosta de expor fotos, os duos ou trios com figuras abstratas ou palavras (estrangeiras, temáticas, etc.) servem para modernizar o quarto e preencher a parede com características próprias dos donos da casa.

quadros decorativos com motivos abstratos
quadros decorativos com motivos abstratos

Quem possui escadas pode optar por preencher as paredes paralelas com quadrinhos decorativos. Eles devem seguir o grau de altitude da escada, “progredindo” conforme a pessoa sobe. É uma ideia antiga, mas ainda muito usada por tornar a simples passagem de nível do local um espaço aproveitado.

Na hora da instalação, é importante “simular” a posição final dos quadros. Aí dá tempo de mudar se algo não ficar bacana. Com papelão ou folhas de canson, pendurados com fita adesiva, dá pra se ter uma ideia de como a parede vai ficar; dispor os quadros no chão também ajuda para visualizar o efeito final. Só depois de decididos design e disposição dos quadros, aí sim, partir para pregos e furadeira.

Fotos de quadros decorativos

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Nenhum comentário

Deixe uma resposta