Sistemas de irrigação para jardins

Uma das partes mais importantes e primordiais na vida de plantação, desde as colheitas com milhares de hectares até a pequena horta de quintal, é a irrigação. Sem a água nenhum ser, inclusive as plantas, conseguem sobreviver, daí a necessidade desse bem tão precioso. Pois é, falando em irrigação existem vários sistemas de irrigação que podem ser adotados no jardim, a escolha de cada uma delas irá depender de uma série de fatores, como o tamanho da plantação por exemplo. Afinal é desnecessário uma irrigação de topo para uma horta de quintal, assim como uma pequena irrigação nunca seria suficiente para uma plantação de milho, por exemplo.

Sistemas de irrigação residencial

Sistemas de irrigação residencial

Então, como ainda existem bastante dúvida sobre os sistemas de irrigação decidimos esclarecer um pouquinho mais sobre os sistemas mais utilizados e mais famosos. Por isso fique por aí e acompanhe todas essas informações já a seguir.

Irrigação por Gotejamento

A irrigação por gotejamento é um dos métodos mais econômicos disponíveis hoje em dia. Isso porque ela utiliza uma corrente de tubos que é espalhado por toda a lavoura e, dentro desses tubos corre a água que servirá para todas as plantas naquela área. Essa água que se encontra dentro dos tubos corre sob pressão e chega facilmente à raiz da plantação. Assim, a penetração da água no solo é direta e a planta chega a absorver até 95% da mesma, ou seja, o desperdício é de apenas 5%.

Irrigação de gramado por gotejamento

Irrigação de gramado por gotejamento

Por essa grande vantagem, esse sistema é indicado especialmente para grandes cultivos que necessitam de uma irrigação periódica e abrangente.

Irrigação por aspersão

Tal como o nome indica a irrigação por aspersão é feita justamente pela aspersão da água no ar que atinge de maneira uniforme todo o solo. Nesse sistema a água é lançada para o ar e no mesmo instante esse jato é fragmentado e lançado sob alta pressão no ar atmosférico, o que resulta em pingos extremamente uniformes. A irrigação por aspersão é mais indicado para plantas de porte pequeno como gramas por exemplo, assim, fica mais fácil atingir a raiz da mesma.

Irrigação de jardim por asperção

Irrigação de jardim por asperção

Se você está pensando em investir nesse sistema procure a ajuda de um profissional pois existem vários tipos de aspersores hoje no mercado e a escolha certa irá determinar o futuro do seu plantio.

Irrigação manual

A irrigação manual por sua vez, é a mais simples que existe. Tal como o nome indica ela consiste em um fornecimento manual de água às plantas. Se você imaginou uma pessoa indo lá na planta com um baldinho, mangueira ou regador, está totalmente certo, é esse o princípio desse sistema.

A irrigação manual, está completamente fora de questão para os agricultores que possuem milhares de hectares e, em contrapartida, é altamente indicada para hortas de quintal, por exemplo, afinal este é um método sem nenhum custo para o proprietário e extremamente necessário para qualquer plantação seja ela grande ou pequena.

Irrigação de jardim manual com mangueira

Irrigação de jardim manual com mangueira

É isso gente, são vários os sistemas de irrigação disponíveis hoje em dia no mercado e a nossa dica é que você, em caso de dúvidas, procure um profissional que possa te orientar sobre qual o melhor sistema para as suas necessidades.

NOTÍCIAS DO MOMENTO

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Comentários