Tipos de Grama para Jardins

Para se fazer um bom jardim é necessário ter certos cuidados, principalmente no que se refere ao tipo de grama que será usada no projeto. Além de deixar o quintal mais atraente, valoriza o ambiente e apesar de existirem diferentes tipos de gramíneas no mercado, há de se saber as características do local que será plantado, como tipo de sol, umidade, luminosidade, manutenção e o nível de pisoteio do gramado.

Principais tipos de grama no mercado

Principais tipos de grama no mercado

tipos de grama

Nada como um jardim bem cuidado! E parte fundamental do paisagismo está na hora de definir o tipo de grama para o seu gramado

Confira também Gramas artificiais,uma opção para quem não quer se preocupar com a manutenção de gramados.

Tipos de grama no Brasil

No Brasil, país de clima tropical, as espécies mais aproveitadas são: a grama esmeralda (Zoysia japonica), Santo Agostinho (Stenotaphrum secundatum) e São Carlos (Axonopus compressus).

  • A grama-esmeralda tem folhas estreitas, pontiagudas e pequenas e com coloração verde intensa – por isso recebe esse nome. Com todas essas características forma-se um extenso tapete, perfeita para campos esportivos, playgrounds, condomínios, entre outros. Sua altura de corte é de 2 a 4 cm e a recuperação é lenta. É resistente a pisoteio, mas é sensível à seca e à sombra, assim, recomenda-se que ela seja plantada em locais ensolarados. Essa espécie se desenvolve melhor em solo arenoso, por isso, antes do plantio, recomenda-se colocar uma camada entre 20 e 30 centímetros de areia sob a grama;
    Aspecto da grama esmeralda em um gramado

    Aspecto da grama esmeralda em um gramado

    Gramado com grama tipo esmeralda

    Gramado com grama tipo esmeralda

  • a grama-Santo Agostinho (também chamada de grama inglesa e/ou grama de praia) possui folhas de comprimento médio a largo, lisas e sem pelos e de coloração verde-escura. Considerada uma grama rústica e com gramados bem densos é indicada para áreas litorâneas, de campo e jardins residenciais de praia. É contraindicada para locais muito frios, pode ser cultivada a pleno sol ou meia sombra (preferencialmente), em solos férteis e tolera locais inclinados por conta de suas raízes volumosas. Conta com adubações semestrais e regas regulares e sua altura de corte é entre 4 e 6 cm com recuperação lenta;
    Aspecto da grama Santo Augustinho em um gramado

    Aspecto da grama Santo Augustinho em um gramado

    Gramado com grama tipo Santo Agostinho

    Gramado com grama tipo Santo Agostinho

  • grama-São Carlos (ou curitibana) possui folhas largas, lisas e sem pelos, com crescimento para o alto, formando um tapete bem denso. De coloração verde vibrante a pleno sol e um pouco mais escura à sombra, há ainda uma forma variada de folhas com margens branco-creme. É indicada principalmente sítios e fazendas e é possível encontrá-la em jardins públicos, residenciais e industriais. Bem resistente a pragas e doenças e ao frio, com preferência do clima ameno. Tem sistema de irrigação exigente; para mantê-la verde é necessário regá-la pelo menos uma vez por semana, e embora não cresça muito, mas com rápida recuperação após o corte que é entre 2,5 e 5 cm, precisa ser podada a cada 15 ou 20 dias para deixar o gramado mais bonito.
    Aspecto da grama São Carlos em um gramado

    Aspecto da grama São Carlos em um gramado

    Gramado com grama tipo São Carlos

    Gramado com grama tipo São Carlos

Existem outros tipos de grama para as mais variadas funções:

  • a grama-batatais (Paspalum notatum) possui folhas longas, duras, com bastante pelo e de coloração verde-clara. O talo no formato “V” característico dessa grama e tem crescimento rápido após o corte. É resistente à seca e solos pobres, ao pisoteio, doenças e pragas, mas é supersensível à sombra. Embora não sofra com pragas, é importante observar ao comprar o tapete se não tem nenhum ponto de plantinhas indesejáveis, caso contrário, poderão trazer ervas daninhas, sendo prejudiciais ao todo. Mais rústica e simples e com raízes bem ramificadas, a grama batatais é muito usada em áreas inclinadas para segurar a erosão, filtra bem a água e também é indicada para áreas de passagem e pisoteio de animais. É indicada grandes áreas e campos de futebol populares, parques públicos e chácaras.  Possui a desvantagem de alta manutenção por consequência da alta frequência de podas e sua produção comercial é pouco significativa;
    Aspecto da grama batatais em um gramado

    Aspecto da grama batatais em um gramado

    Gramado com grama tipo batatais

    Gramado com grama tipo batatais

  • a grama-coreana (Zoysia tenuifolia) ou japonesa possui folhas fininhas, estreitas e pontiagudas, com verde intenso e de aparência delicada. Sua altura de corte é entre 2 e 4 cm e de recuperação lenta, mas recomenda-se podá-la quando alcançar 2 cm para que não ‘enrugue’ e não fique com aspecto ressecado e feio. Após cada poda, é necessário varrer o gramado vigorosamente para que as aparas remanescentes não formem uma camada de palha seca, atrapalhando o arejamento do solo. A grama coreana deve ser cultivada em solos férteis, a pleno sol, com adubações semestrais e irrigações periódicas. Se adapta bem a lugares de dimensões reduzidas, porém pouco resistente à seca, pisoteio e definha na sombra. Recomendada para campos de golfe, condomínios, jardins residenciais e empresas, formando gramados extremamente densos e macios quando bem cuidados. Por ser um grama de pouca procura e, consequentemente, de pouca produção, acaba tendo um custo mais elevado que os outros tipos de gramas;
    Aspecto da grama Coreana em um gramado

    Aspecto da grama Coreana em um gramado

    Gramado com grama tipo Coreana

    Gramado com grama tipo Coreana

  • a grama-Bermudas (Cynodon dactylon) tem folhas estreitas e com coloração de um verde intenso. Seu crescimento é rápido, é macia e tem alta resistência a pisoteio. Regenera-se rapidamente quando submetida aos maus tratos e sua manutenção deve ser feita com frequência, com podas e adubação constante. É indicada para playgrounds, mas principalmente áreas esportivas, como campos de futebol, tênis, polo, entre outros. Seu preço sai entre 10 e 20% mais elevado que os demais tipos de grama.
    Aspecto da grama Bermudas em um gramado

    Aspecto da grama Bermudas em um gramado

    Gramado com grama tipo Bermudas

    Gramado com grama tipo Bermudas

Apesar de a família Gramineae ter até nove mil espécies diferentes – entre as mais diversas cores, formatos e tamanhos –, no Brasil poucas delas são utilizadas, tendo apenas cinco ou seis opções de grama. No exterior, é possível encontrar inúmeros tipos (entre 40 e 50), principalmente pelas diferenças de condições climáticas. As gramíneas se diferenciam pela cor, espessura da folha e resistência ao pisoteio ou não (quanto mais fina a folha da grama, mais resistente). Por isso, para escolher qual tipo de grama é o mais indicado para o seu projeto é importante conhecer as variedades mais comuns oferecidas no mercado.

NOTÍCIAS DO MOMENTO

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Comentários