Arquitetura Romana: Origem, Características e a Arte no Brasil

A arquitetura romana é, sem dúvida, um grande legado das civilizações de Roma. Veja suas características, influências e como seu deu no Brasil.

A arquitetura dos romanos é uma manifestação artística dos povos romanos que se popularizou por todo o mundo.

Dentre suas obras luxuosas e dotadas de grandiosidade podemos citar templos, basílicas, antiteatros, termas e também, arcos do triunfo.

Arquitetura Romana

Arquitetura Romana

Aqueduto Romano

A partir de agora você conhecerá com mais detalhamento a arquitetura dos romanos, bem como suas características e origem.

Verá ainda como a arte chegou ao Brasil, obras em solo nacional e artistas que a representaram.

Origem

A resposta fácil seria que a origem é puramente romana, mas isso não é verdade, pois a arquitetura romana tem influências tanto da arquitetura grega quanto da etrusca.

Todavia, seu surgimento se deu no século II A.C., quando estas duas culturas convergiam. As duas tinham contato comercial com diversos povos do mediterrâneo.

Além disso, após o processo de helenização das colônias se intensificar, todos os costumes, hábitos e arte da cultura grega foram se espalhando.

Sendo assim, não podemos afirmar que os romanos tenham criado um estilo próprio.

Características

Com toda a certeza, foi por meio da arquitetura que os romanos conseguiram imprimir sua principal expressividade artística e seu modelo de construção mais livre, demonstra uma harmonia entre funcionalidade e beleza.

Algo muito interessante nesse tipo de arquitetura é que a mesma podia ser erguida em qualquer ambiente.

Além disso, trata-se de algo mais amplo e que consegue abrigar mais pessoas, por isso, fala-se em grandiosidade.

Confira a seguir outras caracterizas:

  • Solidez;
  • Plantas rigorosas;
  • Utilização de arcos e abóbadas;
  • Paredes mais largas e aberturas estreitas;
  • Colunas, frontões e entablamentos;
  • Luxo, grandiosidade e funcionalidade;

Os materiais usados nas obras na época eram o tijolo, madeira pedras e argamassa feita com cal, areia e pozolona, mas após o incêndio, Nero ordenou que as construções fossem feitas com material mais rígido.

Por isso, passou-se construir com um tipo de concreto feito a partir de cinzas vulcânicas, água do mar e cal.

 Influência da Arquitetura Romana

De acordo com especialistas, o que os romanos realizaram advém da fusão de elementos gregos, como o ideal de beleza.

Por outro lado, também temos bastante influência dos etruscos como, por exemplo, a forte expressão da realidade quotidiana.

Em síntese, os romanos se apropriaram de outras culturas, as modificaram e até aprimoraram muitos pontos.

Como exemplo, posso citar duas formas de construção na arquitetura romana: a composta e a toscana que são originárias de modificações os estilos coríntio, jônico e dórico.

Então, é justamente nessa mescla de tendências que se criou a arquitetura romana, inteira e a partir de obras privadas e públicas.

Arquitetura Romana no Brasil

Assim como outros países o Brasil também foi influenciado pela arquitetura romana, barroca, etc., e podemos identificar isso facilmente.

Podemos observar em cidades específicas, as influencias romanas tanto em detalhes de construções ou em técnicas presentes em edificações.

Veja a seguir exemplos dos principais projetos brasileiros com essa referência:

PALÁCIO DOS BANDEIRANTES – SÃO PAULO

PALÁCIO DO ITAMARATY – RIO DE JANEIRO

TEATRO SANTA ISABEL – RECIFE

Comentários