Custo De Mão De Obra: Aprenda Como Calcular Facilmente

A gestão de custos é crucial para saúde financeira das empresas e o custo de mão de obra direta ou indireta, é um dos mais importantes a se considerar. Todos nós sabemos a valor da mão de obra para todos os negócios, mas grande parte das empresas não consegue ver o mesmo valor de fazer uma boa gestão de custos.

Isso acontece, entre outras coisas, pelo fato de alguns empreendedores terem dúvidas sobre os tipos de mãos de obra e sua projeção.

O Que São Estes Custos

custo de mão de obra

Em se tratando de custo de mão precisamos falar sobre a real diferença entre mão de obra direta e indireta, final elas possuem uma definição diferente em relação aos custos.

Por apresentarem classificação distinta, ambas também são calculadas de maneira diferentes.

Sendo assim, se esse igualmente é um desafio para você veja como diferenciar os dois tipos de custo de mão de obra.

Mão de obra direta ou MOD é diretamente relacionada ao serviço realizado na produção de bens e serviços. Significa que envolve atividades relacionadas a produtos fabricados.

Por exemplo, em uma fábrica de perfumes, a mão de obra direta é a que participa da produção do líquido (perfumista), que coloca o perfume no frasco, cola etiquetas, etc.

Por outro lado, muita gente acredita que a mão de obra indireta faz referência aos funcionários terceirizados em uma empresa.

No entanto isso não é verdade. A mão de obra indireta ou MOI, se refere trabalhadores que dá apoio à produção e faz supervisão.

Ou seja, são trabalhadores que fazem manutenção nas máquinas, supervisão da segurança, limpeza, etc.

Em suma, são agentes importantes para que o sistema de produção ocorra da melhor maneira, mas não estão diretamente relacionados à fabricação.

Como Calcular Custo de Mão de Obra

Agora, vamos entender como é feito o cálculo do custo de mão de obra direta.

Antes de qualquer cois preciso que você saiba que estes custos é isto por muitos como fixo e não variável.

Isso acontece porque a legislação trabalhista brasileira garante aos funcionários o mínimo de 220 horas trabalhadas por mês.

Desse modo, significa que ao fim de cada mês o trabalhado receberá o mesmo salário, tendo em vista que precisa estar sempre disponível para a empresa.

Mas há quem discorde e considere o fato de que o funcionário mesmo ficando disponível, pode não trabalhar as 220 horas.

  • O primeiro passo pra calcular o custo de mão de obra direta é identificar quais funcionários se encaixam nesse quadro,
  • Em seguida descubra qual o custo do salário desse grupo para sua empresa. É necessário incluir salário, plano de saúde, vale alimentação, etc.
  • Por fim, pegue esse valor total de gastos e divida pelo total de horas trabalhadas, descontando o fim de semana e feriados. O resultado obtido e custo de mão de obra por hora.

Vale ressaltar que para se chegar a um número correto não se pode se esquecer de absolutamente nada. Então, insira todos os gastos com os trabalhadores e retire os dias não trabalhados.

Estes cálculos devem ser feitos com muito cuidado, principalmente em empresas com mais funcionários como é o caso das construção civil.

Comentários