Piso de Madeira – 5 ideias de revestimento para piso

O piso de madeira é um revestimento resistente ao tempo e ainda conta com a possibilidade de manutenção com raspagens depois de anos garantindo sua conservação. Dentre os mais conhecidos, o assoalho é um dos mais procurados por causa do conforto térmico que ele oferece e sua durabilidade (sempre lembrando que os cuidados e a manutenção necessários são importantes). Há empresas que já comercializam prontos para instalação, devidamente protegida com uma película de dióxido de alumínio, dispensando o uso de resina e lixa. O piso taco é mais barato e possui uma espessura mais fina, porém, dependendo do estilo escolhido, perde-se entre 7% e 15% do material. Pode ser encontrado nos estilos convencional, paralelo, dama, espinha de peixe e escama de peixe. O parquet – ou parquete – difere dos demais, pois formam padrões geométricos (composto de quatro peças unidas e, geralmente, quadradas) de desenhos ou figuras quando se deseja uma estética mais decorativa.

pisos de madeira

Piso de madeira, uma alternativa tradicional para o revestimento de pisos.

Tipos de piso de madeira

Esses três primeiros tipos de piso de madeira citados (pisos de madeira natural) diferem na espessura – que dependendo do acabamento podem chegar a três centímetros, a largura das tábuas (também chamadas de ripas) e também pelo método de aplicação. Os três pisos requerem atenção na hora da limpeza e nunca se deve passar produtos químicos sobre eles (querosene, álcool, solvente). Para a manutenção necessária, pano seco (nunca úmido), vassoura de pelos e aspirador. Evite o contato com umidade (assim como raios solares), pois caso haja contato demorado, pode causar bolhas e inchaço no piso, além de alteração na coloração.

O carpete de madeira consiste num composto de placas de madeira compensadas ou ainda MDF (fibra de média densidade), que pode ser pintado ou laqueado, cortado, lixado etc., com excelente rendimento e acabamento.

Existem pisos de cumaru, amêndola, tauari, carvalho, entre muitos outros. No caso de madeira natural, recomendam-se cores escuras e com material mais duro, como a peroba, o ipê e aroeira, pois como estes são fabricados com resina e alta temperatura e pressão, não serão focos de cupins. Há diferenças sobre a resistência e dureza dessas espécies, consulte os estabelecimentos especializados, pois geralmente possuem uma escala com a resistência de cada uma das espécies. Outro tipo de piso de madeira que está se destacando no mercado é o bambu, que conta com uma matéria-prima de origem renovável e por possuir aparência diferente das demais madeiras tradicionais.

Piso de madeira laminados

Carpete de madeira trata-se de uma modalidade dos chamados pisos laminados

O período de instalação do piso laminado é mais rápido que os tradicionais e não faz muita sujeira (a limpeza é mais fácil e uso de pano úmido já é o suficiente), porém não aceita outros tons e não se pode recuperá-lo. Os pisos laminados possuem lâminas de madeira revestidas por uma resina sintética chamada melamínica (plástico termorrígido e resistente). Sua fabricação consiste na mistura de papel e resinas prensadas em alta temperatura e pressão, resultando em um corpo único.

Cada tipo de piso de madeira tem sua característica. Alguns podem ser inconvenientes devido ao cheiro de resina e da poeira. Para evitar todo esse transtorno, faça uma boa pesquisa de mercado. A impermeabilização do piso também eleva seu valor em até um quinto (ou 20%) de seu total. Para todos os pisos, algumas dicas para conservação: não arraste móveis pesados sem a utilização de um tapete ou pano grosso, mesmo que tenha rodinhas, pois elas riscam e danificam a superfície. Não caminhe com sapatos de salto alto ou que tenham metais. Proteja os pés e bases dos móveis com feltro ou borracha.

piso de madeira

Confira o belo acabamento que o piso de madeira pode proporcionar a um ambiente.

Avalie o Artigo

Comentários